Medicina Veterinária

Engana-se quem pensa que ser Médico Veterinário(a) gira em torno do atendimento animal em consultório. Não! A profissão é muito mais que isso, e você descobrirá aqui tudo sobre a Medicina Veterinária no Brasil.

Chega mais!

Cuidar de bichinhos deve ser sensacional, né? Ser um profissional que zela pelo bem-estar animal, preservação da espécie, saúde única – animal, pública e ambiental, deve ser gratificante. E essa profissão também possibilita que o profissional trabalhe em dezenas outras áreas além de atendimento médico, como inspeção de alimentos, vigilância ambiental, fábrica de rações, produção de aquicultura, segurança alimentar, biotecnologia de reprodução, entre outras áreas que são definidas e fiscalizadas pelo CFMV – Conselho Federal de Medicina Veterinária.

De acordo com o CFMV – Conselho Federal de Medicina Veterinária, a profissão já passou por diversas mudanças e reconhecimentos, como ocorreu em 1998, no qual a profissão foi incluída como sendo da área da saúde pelo órgão CNS – Conselho Nacional de Saúde. E mais recente, em 2011, o Médico Veterinário também pode trabalhar na área da saúde pública, como explica o portal CFMV “No caso da saúde pública,  por exemplo, a categoria foi integrada, em 2011, às equipes multiprofissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família, conhecido como NASF. Isso significa que, desde então, os Médicos Veterinários têm a chancela do Governo Federal para atuar ao lado de outros profissionais que trabalham pela qualidade da atenção básica à saúde nos municípios brasileiros. (…)

É o Médico Veterinário, por exemplo, quem realiza visitas domiciliares para o diagnóstico de risco à saúde na interação entre os seres humanos, os animais e o meio ambiente. É também ele quem trabalha na prevenção, no controle e no diagnóstico situacional de doenças transmissíveis ao homem pelos animais, as zoonoses; é o caso da raiva, leptospirose, brucelose, tuberculose, dengue, febre amarela, dentre outras”.

É importante dizer também que graças a era tecnológica algumas áreas da Medicina Veterinária passaram por diversas mudanças ao longo dos anos, como a área de  reprodução animal, que devido ao estudo tecnológico permitiu, o melhoramento genético de cães, gatos, equinos (cavalos), bovinos (bois). Na área de diagnóstico por imagem, quando o animal precisa de um exame de Ultrassom, Raio-x, a tecnologia também permite um resultado muito mais eficaz e certeiro do que há anos atrás.

Assine o nosso blog!

O que se estuda no curso de Medicina Veterinária?

Por poder atuar em mais de 80 áreas, a grade curricular de um curso de Medicina Veterinária é vasta; e disciplinas das áreas de humanas, exatas e biológicas estão presentes do início ao fim. Sim! Você vai estudar todas as áreas ao longos dos 5 anos (podendo ser em período integral ou não) de curso.

No primeiro ano de curso o aluno vai aprender anatomia, bioestatística, bioquímica, citologia, ciências humanas e sociais, agronegócio, ecologia e meio ambiente, genética animal, histologia animal, parasitologia, entre outras. São matérias que visam introduzir o aluno no universo biológico, físico e químico animal.

Além disso, um curso que contém aulas práticas desde o primeiro semestre é essencial para que o aluno aprenda de maneira eficaz e intrínseca a matéria, pois tem a oportunidade de “colocar a mão na massa”, desenvolvendo suas habilidades e competências desde o início.

A partir do segundo ano, as matérias mais específicas começam a aparecer e é aí que você vai aprender exatamente tudo sobre a vida animal, com pequenos e grandes animais, como cães, gatos, cavalos, vacas e boi, porcos, etc. Com as matérias de produção de ruminantes, microbiologia, farmacologia, melhoramento genético,patologia animal, etc.

Há na grade curricular também estudo sobre animais silvestres, peixes, répteis, aves, bactérias, parasitas. Técnicas cirúrgicas, ordenha, higiene e inspeção, e muitas outras dezenas de técnicas.

Dados do mercado de trabalho

As oportunidades no mercado de trabalho para médicos veterinários graduados é tão amplo quando a grade curricular do curso. Isso porque, como em todas as profissões, há áreas em constante crescimento e áreas que não crescem tanto assim, portanto, as que mais crescem, com certeza serão as que têm mais oportunidades de trabalho. Veremos!

O Brasil é o país “que bate recorde em números de veterinários”, segundo dados da Revista Veterinária. E isso, possivelmente, é devido ao considerável aumento de animais de estimação no Brasil, mercado de pesquisa com animais de grande porte, indústria da carne e leite, marketing veterinário.

Apesar de saturado, o ramo de clínicas veterinárias para pequenos animais ainda é crescente no país. Pare e pense: quantas clínicas veterinárias há na sua cidade? Com certeza o número é consideravelmente grande e há espaço para os profissionais que sonham em abrir sua própria clínica.

Dica

Especialização na área que mais gosta e que pretende trabalhar é essencial para conseguir sucesso. Estude o público alvo da região em que pretende abrir a clínica. Dê valor ao marketing para conquistar leads e criar laços com seus pacientes (no caso, os “pais” dos seus pacientes).

Análises Laboratoriais – patologia, microbiologia

Não é propriamente uma área crescente, mas é um ramo que encontra-se vagas relativamente fáceis, pois são poucos os profissionais que se formam querendo trabalhar nesse segmento.

Animais precisam sempre de exames de hemograma, funções hepáticas, glicemia, etc. Então pode ser uma ótima área para se buscar especialização.

Animais silvestres

Dependendoda localização do veterinário, a área da veterinária atuante com animais silvestres é uma ótima oferta. Isso porque nós temos uma vasta fauna e, regularmente, o médico veterinário especializado em animais silvestres é um profissional bastante requisitado.

Inspeção de carne e leite

Uma das áreas que mais crescem, e consequentemente uma das mais difíceis de ingressar, pois a maioria das vagas é por meio de concursos públicos e federais, no entanto o salário é recompensador.

Perito Veterinário

Área em que o Médico Veterinário também é muito requisitado e o ingresso também é por meio de concursos, no qual o profissional pode atuar na Polícia Civil, Federal e no Exército.

Marketing Veterinário

E por último, mas não menos importante, o marketing veterinário!

Área que só tende a crescer! O marketing é essencial em todo e qualquer ramo de atuação, e no meio veterinário não é diferente. Vendas de ração, medicamentos, materiais e máquinas para diagnósticos de imagem, entre outros ramos, essencialmente precisam do marketing.

É uma área abrangente e que está em constante mudança!

Quer saber mais sobre Medicina Veterinária e se empolgou com as áreas de atuação e as diversas oportunidades que habitam esse universo? Acesse nosso site.

Nathália Ferreira

Marketing em UniFAJ
Jornalista (MTB 86473/SP), com experiência em assessoria de imprensa em organização pública, atuação em jornais impressos e portais de notícias como repórter e produtora de conteúdo para redes sociais em perfis comerciais. Certificação em cursos de Inbound e Software do HubSpot Sales.
Nathália Ferreira

Últimos posts por Nathália Ferreira (exibir todos)