O diploma universitário em tempos atuais já se tornou uma obrigação ter no currículo para conseguir qualquer emprego de nível base. Sabe porque?

Se liga nos dados!

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), estudar ainda é a melhor solução para combater o desemprego e para a conquista de melhores salários. De acordo com os dados do CEMPRE (Cadastro Central de Empresas), que reúne informações cadastrais e econômicas de pesquisas anuais do IBGE, o salário médio de quem tem nível superior é de R$5.832,38 e representa quase o triplo de quem não tem nenhuma graduação (R$1.971,82). Já em relação a salários mínimos, o salário médio de quem fez faculdade é de 6,2 salários mínimos.

Outro dado relevante apontado pelo CEMPRE é que entre 2009 e 2017, o número de pessoas assalariadas com nível superior cresceu 53,8%, já as que não têm, subiu apenas 3,8%.

Do saldo de 4,9 milhões de novos postos assalariados criados durante o período analisado pela estatística, 3,6 milhões (73,6%) foram ocupados por pessoas com graduação. Com isso, o total de pessoas ocupadas com nível superior completo nas organizações brasileiras passou de 6,6 milhões, em 2009, para 10,2 milhões, em 2017. Com esse crescimento, a sua participação passou de 16,5% para 22,6%.

Assine o nosso blog!

Mas como escolho qual vestibular prestar?

Sabemos que todo início de semestre, somos bombardeados com anúncios de vestibulares de todas as instituições particulares e públicas do país, e aí que vem o problema: Em muitos casos, as datas são iguais.

  • O curso – A primeira dica é verificar quais instituições oferecem o curso que você tem interesse, nessa opção também já faz uma lista quais são públicas e as particulares.
  • Nota máxima no MEC – Com base na lista feita no item anterior, você pesquisará quais dessas faculdades possuem nota 5 no MEC, que é o máximo. Isso é muito importante, pois essa avaliação do Ministério da Educação aponta a qualidade do ensino, a infraestrutura, o corpo docente, ou seja, é essencial pesquisar.
  • Visita ao campus – Para ver se realmente a instituição e o curso corresponde a sua expectativa, vá até a instituição e solicite uma visita ao campus, para ver a infraestrutura e já consultar as facilidades de pagamento.
  • A prova – Depois de andar nesses três passos, aí sim você já tem certeza que é naquela faculdade que você quer passar os seus próximos anos e se profissionalizar.

Quer mais uma dica? As instituições que pertencem ao Grupo Polis Educacional (UniFAJ, UniMAX, FAAGROH e UniJÁ) são todas com nota 5 no MEC e mais de 25 cursos de graduação, cada uma. Conheça!

Nathália Ferreira

Marketing em UniFAJ
Jornalista (MTB 86473/SP), com experiência em assessoria de imprensa em organização pública, atuação em jornais impressos e portais de notícias como repórter e produtora de conteúdo para redes sociais em perfis comerciais. Certificação em cursos de Inbound e Software do HubSpot Sales.
Nathália Ferreira

Últimos posts por Nathália Ferreira (exibir todos)