O mundo está mudando em uma velocidade assustadora e em questão de segundos surge uma novidade que leva a gente a mudar padrões. E é justamente esse “trem bala” de informações que faz com que aquela lição de casa que você aprendeu ontem se torne hoje totalmente desatualizada e obsoleta. Por isso, nesse contexto, perguntamos: quais  as características o novo profissional deve ter para acompanhar essa revolução constante no modo de agir e de pensar, se destacando no mercado?

Quer saber a resposta? Então, continue por aqui!

Antes de tudo, não precisamos nem dizer o quanto a paixão pelo conhecimento e pela informação faz parte do pacote essencial para ganhar espaço no mercado de trabalho nos dias de hoje, não é mesmo? A tal chamada geração Y, que é do pessoal que nasceu nos anos 90, parece que já veio com essa característica do forno: eles têm sede pelo novo.  Portanto, todas as gerações devem seguir os mesmos passos para sobreviver. Isso é lei!

Mas o novo profissional precisa mais do que isso. Então, vamos juntos conhecer quais são as características do novo profissional.

  • Se jogar no segundo, terceiro ou até mesmo quarto idioma

Da mesma forma como o mundo está se transformando tão rápido, falar somente inglês se tornou uma exigência do passado. Vai muito bem (obrigada) aprender outros idiomas, tais como espanhol ou francês, por exemplo. Isso é um grande diferencial para o novo profissional. 

Assine o nosso blog!

  • Pensar de forma ampla, muito além da famosa caixinha

Um profissional que é flexível, que expande sua forma de pensar e agir, tende a se adaptar melhor ao ambiente em que ele está inserido. E falando novamente dessas mudanças todas, esse perfil tende a se adaptar melhor às transformações, e ela está sempre pronta para enxergar novos padrões.

  • Ter inteligência emocional é uma das características do novo profissional

Inegavelmente, o estresse, a sobrecarga e até mesmo a depressão fazem parte da vida de grande parte das pessoas. E, é claro: isso impacta totalmente na forma do profissional agir e pensar. Portanto, trabalhar a inteligência emocional é praticamente vital para o novo profissional sobreviver a um cenário de tanta pressão como o nosso. Se esse é seu ponto fraco, procure orientação profissional para domar essa fera!

  • Atualizar-se, constantemente

Novamente, vamos falar sobre isso. Você já parou para pensar o quanto, em um piscar de olhos, tudo pode mudar em questão de segundos? Novas tecnologias e soluções surgem realmente a todo instante. Portanto, é uma lição diária correr atrás de novos conhecimentos. 

  • Investir em conhecimento também é uma das características do novo profissional

Vamos falar a verdade: investir em uma graduação ou pós-graduação é lição obrigatória para o novo profissional. O nosso currículo é sim uma grande porta de entrada e é muito importante que tenha coisas atrativas nele. Portanto, o novo profissional precisa e muito investir em conhecimentos.

E, afinal, qual o segredo para colocar tudo isso em prática?

Não é um bicho de sete cabeças colocar todas essas dicas em prática. Com uma boa dose de disciplina e dedicação, torna-se até mesmo uma tarefa simples. Nossa dica é:

  1. Separe, ao menos, uma hora por dia para se atualizar;
  2. Converse com profissionais de sucesso e troque experiências;
  3. Procure orientação psicológica, caso precise trabalhar sua inteligência emocional;
  4. Invista em networking e;
  5. Nunca se contente com o que você ´tem hoje. Queira mais!

Anotou as dicas? Então, conte para nós nos comentários o que você tem feito para se tornar esse novo profissional.

Tatiane Lima
Últimos posts por Tatiane Lima (exibir todos)