O ensino a distância (EAD) está revolucionando o jeito de estudar. Entenda quais as vantagens dessa modalidade de ensino pode oferecer.

Nos últimos anos, o acesso à internet vem quebrando barreiras financeiras, geográficas que, antigamente, limitavam a carreira e o futuro de centenas de pessoas.

E com isso, no âmbito da educação, surgiu o ensino a distância – EAD.

Um método de ensino que utiliza a tecnologia para formar profissionais de vários níveis, oferecendo um leque de vantagens que, muitas vezes, passam de formas despercebidas em meio ao preconceito.

As vantagens são inúmeras, mas dê uma olhada nas 5 principais que preparamos você:

Assine o nosso blog!

1- EAD é flexível

Uma das características marcante do ensino a distancia é a: Flexibilidade.

Sabemos que conciliar os estudos, trabalho e as obrigações do dia a dia não é tarefa fácil, porém, a modalidade EAD possibilita não só estudar onde quiser, mas se conectar em qualquer dispositivo com acesso à internet, ajudando as pessoas que não podem se locomover até a faculdade.

Sem horários fixos para estudar, o aluno fica mais livre para acompanhar os conteúdos e videoaulas, podendo assim, tirar dúvidas com professores e tutores a qualquer hora.

2- Redução de custos

A educação a distância, além de permitir uma flexibilidade de tempo, possui mensalidades mais acessíveis. De acordo com a Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed), o Brasil conta com mais de mil cursos EAD credenciados.

De forma geral, as mensalidades dos cursos EAD variam de acordo com cada instituição, dependendo de alguns fatores como: localização do polo de apoio, nível de formação e o formato.

As mensalidades podem ser até 65% mais baratas do que as presenciais, de acordo com a Abed (2018). Além de pagar menos nos estudos, o estudante economiza também nos gastos que teria para se deslocar até a instituição, alimentação e até mesmo com materiais didáticos.

3- Qualidade do ensino no EAD

Um dos fatores principais na hora de escolher onde estudar é a qualidade, e no EAD não é diferente. E certamente sempre vem em mente se o ensino a distancia é tão bom quando o presencial.

Há diferença no diploma? O mercado vai reconhecer?

Toda instituição de ensino superior precisa do credenciamento do MEC (Ministério da Educação), em que é preciso cumprir uma série de requisitos, dentre elas a avaliação dos cursos, em que os critérios são os mesmos aplicados nos cursos presenciais.

Dessa forma, não há diferença nos diplomas emitidos pelos cursos presenciais ou EAD. Ambos têm a mesma validade.

No ano de 2007, o MEC promoveu uma análise sobre os resultados do ENADE, e constatou que na maioria dos cursos em que haviam alunos EAD e presenciais, houveram resultados superiores dos alunos que estudaram pela modalidade a distância.

Então, se você estiver pensando em fazer uma faculdade EAD reconhecida pelo MEC, como o Ead da UniFAJ, não precisa se preocupar com o diploma, pois terá validade em todo território nacional!

4- Variedade de formatos no EAD

Atualmente, há diversos modelos de EAD para explorar, dentre eles estão: técnico, graduação, pós-graduação até cursos livres e de idiomas.

Todos os cursos EAD no Brasil precisam, por lei, oferecer um determinado número de atividades presenciais. Que varia de acordo com o tipo de formação e curso.

Os principais modelos são:

  • A distância: São cursos que tem sua maior parte online. Por determinação do MEC, é preciso que 80% sejam feitas no ambiente virtual e outros 20% cumpridos nos encontros presenciais para apresentação de trabalho, atividades de laboratórios e avaliações (provas). Portanto, dependendo do curso, a frequência de encontro varia de quinzenal, mensal ou até mesmo semestral.
  • Semipresencial: São cursos que têm parte das atividades a distância e parte presencial. Graduações que exigem mais aulas em laboratório adotam esse modelo, como curso de Educação Física, Nutrição, entre outros. A frequência também varia de acordo com cada instituição.
  • Presencial com atividades a distância – São cursos que têm maior parte da carga presencial, porém oferecem algumas atividades a distância. Muitas graduações, principalmente as mais técnicas, como Engenharia, têm oferecido essa possibilidade ao aluno. Nesse caso, o MEC permite que até 20% das atividades sejam realizadas no modelo EAD.

5- Intensa vivência digital no ensino a distância

A tecnologia tem sido uma aliada para quem precisa dividir seus compromissos com a carreira. Da mesma forma, o ambiente virtual de aprendizagem tem se tornado cada vez mais importante na vida dos estudantes.

Com ferramentas digitais, o aluno pode explorar diversas funcionalidades únicas, modernas e que tornam o aluno mais preparado para o mundo digital, bem como torná-lo mais capacitado para se desenvolver profissionalmente.

Todas essas tecnologias podem proporcionar uma evolução no processo de ensino quando na aprendizagem se foram usadas como ferramentas pedagógicas para desenvolver a autonomia na aquisição do conhecimento.

Se interessou?

Venha conhecer mais sobre os cursos da Ead da UniFAJ, com nota 5 no MEC!