A cada instante surge uma tecnologia diferente e nos deparamos com uma transformação acelerada, na qual máquinas aprendem a desempenhar parte do papel dos homens. Mas, esse mesmo cenário exige dos profissionais características que máquina nenhuma pode oferecer, revelando habilidades que serão fundamentais para o profissional do futuro

De fato, caminhamos para a Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial, em que as diferentes tecnologias se unem e modificam a forma como agimos e trabalhamos.

Porém, máquinas não têm capacidade para negociar, para liderar, para tomar decisões ou mesmo para gerir conflitos dentro de uma organização, portanto a forma como nosso mundo está caminhando exige dos profissionais que eles se desenvolvam em capacidades muito mais ligadas a pessoas do que a operações.

Conheça agora quais são as 7 habilidades do profissional do futuro!

1. Saber negociar e tomar decisões

Como já mencionamos, as máquinas não são capazes de negociar e nem de tomar decisões, mas essas habilidades são fundamentais para que uma empresa sobreviva.

Assine o nosso blog!

Saber negociar com liderados, com fornecedores, com gestores e com os clientes será ainda mais indispensável nos próximos anos, assim como tomar decisões assertivas, que direcionem as empresas a concretização de seus objetivos. 

2. Saber resolver problemas 

Aqui, não estamos mencionando os problemas técnicos, afinal os profissionais de tecnologia, obrigatoriamente, devem fazer esse papel.

O assunto aqui é mais específico, pois estamos falando sobre conflitos na esfera – pessoas.

As relações de trabalho estão ficando cada vez mais complexas e a forma como as pessoas se relacionam também, o que torna o cenário ideal para conflitos que impactam negativamente no trabalho.

Então o profissional do futuro deve desenvolver a habilidade de saber resolver conflitos entre funcionários, clientes, fornecedores, entre outros.

3. Ter inteligência emocional 

É preciso desenvolver o controle dos próprios sentimentos para que eles não prejudiquem as relações interpessoais. Essa habilidade já tem sido muito cobrada nos ambientes de trabalho, e as pessoas que têm inteligência emocional sabem gerir melhor sua equipe, sabem ouvir e são mais focadas em trabalhar com foco em seus resultados. 

4. Ter flexibilidade cognitiva

Essa habilidade é ampla, porém indispensável. Ela envolve sair da zona de conforto para propor uma solução, saber se relacionar com pessoas que pensam diferente de você, ser flexível para se ajustar a novos padrões e ter a mente aberta para enxergar soluções que estão fora do nosso campo de visão.

Sabe aquela expressão, que já se tornou clichê: pensar fora da caixinha? Ela define essa habilidade, que será muito valorizado no mercado de trabalho.

5. Saber sanar os questionamentos do consumidor

Os clientes estão se informando mais e, consequentemente, cobram mais das empresa. Eles questionam as empresas quanto à ética, segurança alimentar, privacidade, entre tantos outros pontos e se as companhias não estiverem prontas para responder esse tipo de questionamento, elas vão perder seus consumidores. Portanto, o profissional que saiba responder o cliente de forma inteligente e estratégica será um profissional valorizado no futuro. 

6. Saber liderar e fazer gestão de pessoas

Como mencionamos, as inúmeras transformações no ambiente de trabalho estão mudando a forma como as pessoas trabalham e se relacionam.

Por isso, o profissional que sabe motivar sua equipe, driblar problemas comportamentais, impulsionar de forma positiva a produtividade e fazer o time vestir a camisa da empresa já é e será ainda mais valorizado no futuro. 

7.  Ser criativo

As máquinas já fazem seu trabalho em série, então o profissional que tem esse jeito de trabalhar certamente ficará para trás.

A pessoa criativa estuda, quebra a cabeça para achar soluções revolucionárias sai totalmente da zona de conforto para fazer suas atividades a ponto de brilhar os olhos dos seus líderes.

Portanto, nem precisamos dizer o quanto essa habilidades é indispensável. 

É preciso olhar para as nossas habilidades, enxergar em que é necessário melhorar e encontrar formas para desenvolver esses comportamentos que são tão procurados pelo mercado de trabalho!

Você consegue identificar essas habilidades em si mesmo? Conte para a UniEduK quais você já tem!